O que é Causas Sintomas Quais são

O que é um disturbio alimentar?

O disturbio alimentar, também conhecido como transtorno alimentar tem como principal caracteristica uma grave perturbação no comportamento alimentar. A doença pode estar presente por muitos anos de forma moderada; mais é comum que em algumas durante alguma circunstância aja um agravamento da doença para um estado critico . Está crise vai depender do tipo de disturbio sofrido havendo varios tipos e sintomas.

Os aspectos sócio culturais tem um grande impacto na causa destes tipos de disturbios, o sonho de um corpo perfeito e a frustação na sua conquista são pontos comuns no agravamento da doença. A magreza e o corpo perfeito são cultuados na atualidade, onde a aparência física é mais valorizada que aspectos que definem a individualidade. Distúrbios Alimentares são condições complexas que levam o indivíduo a um ciclo de destruição física e emocional.

Causas dos Disturbios Alimentares

Para alguns, excessos de dieta, comer compulsivamente e vomitar pode começar como uma forma de lidar com emoções dolorosas e sentir-se em controle da própria vida. Como conseqüência, esse comportamento prejudicará a saúde física e emocional da pessoa, sua auto-estima e o senso de competência e controle.

Vários fatores concorrem para o desenvolvimento dos Distúrbios Alimentares, desde aspectos psicológicos, interpessoais, e sociais.

Entre os fatores Psicológicos a baixa auto-estima, sentimentos de inadequação e falta de controle, são encontrados juntamente com quadros depressivos e ansiosos.

Disturbios Alimentares Sintomas

Os sintomas váriam de acordo com o tipo de disturbio, falaremos melhor de cada um deles abaixo, confira

Quais são os tipos de Disturbios Alimentares

Anorexia é o comportamento de recusa da pessoa em se alimentar, por se considerar gorda, apesar de estar bem abaixo (cerca de 15%) do peso considerado adequado à sua idade e altura. Esta recusa está associada a um medo intenso de ganhar peso. Apresentam um distúrbio da imagem corporal que faz com que se percebam como mais gordos do que realmente são. Esse distúrbio não diminui com a perda de peso, fazendo com que o anorético continue insatisfeito com sua aparência apesar do emagrecimento, fixando metas de peso em níveis cada vez mais baixos e podendo utilizar métodos de controle de peso cada vez mais extremos.

Vigorexia É a obsessão por um corpo musculoso e atraente, quase sempre em homens. Envolve um treinamento muscular obsessivo e alimentação voltada para a manutenção desse corpo com uso frequente de anabolizantes. É classificada junto com os transtornos alimentares por envolver um disformismo corporal reforçado pelo culto a imagem, o desenvolvimento de uma alimentação restritos e hábitos patológicos com causas, consequências e tratamento semelhantes ao da anorexia e bulimia.

Ortorexia é a obsessão por alimentos saudáveis e nutritivos excluindo uma grande quantidade de alimentos, principalmente os mais industrializados, dessa dieta. Quase sempre ocorre em países desenvolvidos.

Bulimia se caracteriza por episódios recorrentes de comer grandes quantidades de comida em um curto período de tempo (orgias alimentares), seguidos pelo uso de estratégias inadequadas de evitar o aumento de peso como auto-indução do vômito, uso de laxantes e diuréticos e prática de exercícios vigorosos (comportamentos compensatórios). O ataque é tipicamente desencadeado por estados de humor disfóricos, estados ansiosos e fome intensa. Ele pode proporcionar distração de pensamentos desagradáveis; pode reduzir sentimentos de tédio, solidão e tristeza (sendo uma forma de se dar prazer, mesmo que de curta duração) ou pode proporcionar alívio do rigor e monotonia da dieta rígida.

Distúrbio do Comer Compulsivo se assemelha à Bulimia no que se refere à presença das orgias alimentares, mas se diferencia da mesma por não apresentar os comportamentos compensatórios. Apesar do grande desconforto gerado por estes ataques, não há uso regular de vômito ou abuso de exercícios, laxantes e diuréticos. Durante os ataques, também privilegiam alimentos evitados quando em dieta, experimentam diminuição do controle sobre o comportamento alimentares mesmo sem fome, só param de comer quando se sentem desconfortavelmente “empanturrados”. Embora eventualmente façam dieta, em sua maioria apresentam obesidade de moderada à grave.

Pica é o impulso de comer objetos não nutritivos nem cuja ingestão é aceita socialmente. Mais comum em crianças e mulheres grávidas. Seu nome é baseado no nome latim de um corvo famoso por comer de tudo .

Transtorno de ruminação mais frequente em crianças pequenas é caracterizado pela regurgitação ou remastigação repetida que não podem ser explicados por nenhuma condição médica. Podem resultar em desnutrição, perda de peso, alterações do equilíbrio hidroeletrolítico, desidratação e até morte.

Relações Sociais apresenta sentimento de rejeição, imagina que está constantemente sendo observado pelas pessoas. Em virtude da grande dificuldade de comunicar sentimentos e pensamentos, não consegue lidar com situações sociais de uma forma satisfatoria. Não sabe administrar críticas, frustrações e desapontamentos e foge dos confrontos e auto- exposição. Isso leva a pessoa a evitar convívio social, ou evitar lugares publicos com muito movimento de pessoas, o que acaba tornando sua vida solitária.

Sindrome de Prader-Willi afeta crianças independentemente do sexo, raça ou condição social. De natureza genética, mais frequente em quem possui baixa estatura e peso, geralmente envolve retardo mental ou transtornos de aprendizagem e desenvolvimento sexual incompleto se trata de uma necessidade involuntária de comer constantemente, o que quase resulta em outros problemas de saúde como obesidade e problemas cardiacos. Leva a morte caso não tratado. Anti-depressivos ISRS tem se mostrado eficaz restringindo os danos, porém essa síndrome ainda não tem cura.